SEJAM BEM VINDOS!!!

Aqui compartilho: textos poéticos e reflexões de autores, famosos ou pouco conhecidos, vídeos, músicas, fotos, pensamentos fragmentados (meus e de outros), além de outras preciosidades e presentes recebidos de Anjos queridos.

Sou ética e sempre procuro o autor do texto; caso você encontre algum texto sem autoria ou com a mesma equivocada, avise-me por favor, pois recebi desse modo e não consegui descobrir o autor(a), bem como, autoria enganosa. Um fraterno abraço, Paz & Luz!

26 de fevereiro de 2012

AMOR QUE FERE. . .



AMOR QUE FERE. . .

Quando fazemos tudo para que nos amem
e não conseguimos,
resta-nos um último recurso:
não fazer mais nada.

Por isso, digo,
quando não obtivermos o amor,
o afeto ou a ternura que havíamos solicitado,
melhor será desistirmos
e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram.

Não fazer esforços inúteis,
pois o amor nasce,
ou não, espontaneamente,
mas nunca por força de imposição.

Às vezes, é inútil esforçar-se demais,
nada se consegue;
outras vezes,
nada damos e o amor se rende aos nossos pés.
Os sentimentos são sempre uma surpresa.

Nunca foram uma caridade mendigada,
uma compaixão ou um favor concedido.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal,
e desprezamos quem melhor nos quer.

Assim, repito,
quando tivermos feito tudo para conseguir um amor,
e falhado, resta-nos um só caminho...
o de mais nada fazer.

 Clarice Lispector


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por participar. Luz & Paz!!!
Beijos fraternos!!

Translate

AMIGOS POÉTICOS